13 de setembro de 2011

essa noite eu saio
desse banho quente
o box embaçado
não cabe a mim
você sim pode devolver o brilho
a ducha lavou as minhas mãos

essa noite eu saio
dessa sauna, desse vapor
no momento oportuno
para que minha visão
fique nítida, transparente
a ducha purificou a minha alma

essa noite eu saio
caminhando pela cidade
bebo alguns litros
fumo alguns maços
talvez eu cheire algumas gramas
talvez eu volte

mas não essa noite.

[essa noite - por fabiana zago]

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...